soulphia epicurious

Soulphia firma parceria com a Educurious

Soulphia firma parceria com a Educurious

Projeto que prepara moradoras de abrigos para ensinar Inglês pela internet passa a contar com consultoria da empresa de Educação da Fundação Bill e Melinda Gates

O Soulphia, projeto que oferece oportunidades de reinserção social a mulheres moradoras de abrigos de Nova York (EUA), preparando-as para ensinar Inglês pela internet, firmou uma parceria com a Educurious, empresa de Educação da Fundação Bill e Melinda Gates, que se destaca por desenvolver metodologias de ensino que estimulam o aprendizado a partir da vivência de experiências e solução de desafios propostos.

Com a parceria, as aulas oferecidas pela plataforma Soulphia passarão a ter metodologia desenvolvida pela Educurious. A aplicação do novo método deve começou em Janeiro deste ano. “Temos alguns dos melhores especialistas em Educação dos Estados Unidos comprometidos em proporcionar a forma mais dinâmica, interessante e rápida de atingir fluência no aprendizado de Inglês”, explica Tiago Souza, brasileiro e um dos sócios-fundadores do Soulphia, ao lado do também brasileiro Felipe Marinho.

A metodologia de ensino da Educurious tem como base a aprendizagem por meio da participação do aluno no desenvolvimento de projetos. O estudante é convidado a encontrar soluções para um determinado desafio e, a partir dessa motivação, desenvolve habilidades como: comunicação, colaboração, resolução de problemas, pensamento crítico e criatividade.

 

Mais sobre o Soulphia

Com um ano e meio de atividades, Soulphia surgiu da iniciativa dos brasileiros Tiago Souza e Felipe Marinho, ambos residentes em Nova York (EUA). Os dois empreendedores tinham em comum o propósito de fazer algo para oferecer oportunidades de reinserção social a moradores de abrigos de sem-teto, realidade com a qual tiveram contato e na qual se conheceram.

A opção por direcionar a atuação do projeto às mulheres tem como proposta contribuir com a diminuição da desigualdade de oportunidades entre gêneros, uma realidade que também se verifica nos Estados Unidos. O Soulphia já preparou 55 tutoras (como são chamadas as mulheres atendidas pelo projeto) e, atualmente, conta com cerca de 500 alunos. A maior parte é composta por brasileiros, mas também há estudantes de países, como Chile, Colômbia, Venezuela, Argentina e até China. Em cinco anos, a meta é atingir 120 mil alunos.

Para saber mais sobre o Soulphia, acesse:

Site: www.soulphia.com

Email: soulphia@soulphia.com

Facebook: facebook.com/soulphiaofficial

Canal no Youtube Soulphia Official

Instagram: @soulphiaofficial